“Didier Raoult, o pai da cloroquina, deverá perder o direito de exercer a medicina”, diz Milton Blay

Em comentário na TV 247, o jornalista Milton Blay destacou que o médico francês Didier Raoult, "o "pai da cloroquina", "deverá perder o direito de exercer a medicina" pelo uso do remédio em pacientes com coronavírus. O Conselho Federal de Medicina também deve ser responsabilidade por permitir o uso deste medicamento no Brasil

Didier Raoult e Milton Blay
Didier Raoult e Milton Blay (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Milton Blay destacou que o médico francês Didier Raoult, "o "pai da cloroquina", "deverá perder o direito de exercer a medicina". "Está sendo processado por charlatanismo (na França)", destacou o jornalista em comentário no Bom Dia 247 desta terça-feira (19). "Ele deve ser expulso da Ordem dos Médicos da França", previu.

De acordo com o jornalista, Raoul verificou em 42 pessoas que a cloroquina não tem efeito sobre as pessoas diagnosticas com o coronavírus. 

"Não tem absolutamente nada a ver com a Covid-19. Não tem nenhum efeito, mas parece que o capitão (Bolsonaro) continua insistindo no tratamento precoce", disse.

Assista ao comentário de Milton Blay na TV 247:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email