Doze empresas querem produzir tablets no Brasil

A informao foi revelada pelo ministro da Cincia e Tecnologia, Alozio Mercadante, em entrevista ao Portal G1

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em uma entrevista ao Portal G1, o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloízio Mercadante, afirmou que 12 empresas manifestaram, até agora, interesse em produzir tablets no Brasil. Na edição desta segunda-feira do Diário Oficial da União, foi publicada a Medida Provisória 534, que inclui o Tablet PC no Programa de Inclusão Digital. O artigo 28 da medida diz que ficam reduzidas a zero as alíquotas de PIS/Pasep e Cofins, reduzindo o preço final do produto em até 36%.

Segundo o ministro, as 11 empresas interessadas na produção do aparelho no País, além da chinesa Foxconn, responsável pelo iPad, da Apple, são Positivo, Envision, Motorola, Samsung, LG, Itautec, Sanmina, Compalead, Semp Toshiba, AIOX e MXT. Segundo a reportagem do portal, que entrou em contato com algumas companhias, a Positivo Informática afirmou que está pesquisando o mercado e que deve lançar seu equipamento no segundo semestre deste ano, e a Samsung disse que já fabrica o Galaxy Tab (7 polegadas) no País desde 2010.

Mercadante afirmou ao portal da Globo que as empresas interessadas na produção dos tablets terão prazo para utilizar insumos brasileiros na fabricação. A MP enquadra os tablets na Lei do Bem, com benefícios fiscais para as empresas produzirem. O ministro afirma que as regras serão exigentes no sentido de substituição de importação nos insumos, complementos e programas. O próximo passo, de acordo com ele, é a definição de regras para a produção, por meio do enquadramento dos tablets no Processo Produtivo Básico (PPB) como “microcomputador portátil, sem teclado físico, com tela sensível ao toque”, que está em fase de “ajustes finais” e exigirá um aumento nos percentuais de itens nacionais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email