É impossível aguentar mais dois anos e meio de Bolsonaro, diz Miriam Leitão

Jornalista que também apoiou o golpe de 2016 afirma que ele estimula o conflito, ataca pessoas ou instituições, ameaça a democracia, e põe em risco o pacto civilizatório que o Brasil penosamente construiu

Miriam Leitão: Brasil está à beira do precipício, entre a civilização e a barbárie
Miriam Leitão: Brasil está à beira do precipício, entre a civilização e a barbárie (Foto: Reprodução | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A jornalista Miriam Leitão, que apoiou o golpe de 2016 contra a ex-presidente Dilma Rousseff, está no limite em relação a Jair Bolsonaro. "A hipótese de Bolsonaro mudar, distensionar o país e, assim, conseguir concluir o mandato é improvável. Bolsonaro não vai mudar. Por incapacidade mesmo. Ele será sempre criador de atritos constantes", diz ela, em sua coluna.

"É impossível manter o país por mais dois anos e meio neste grau de tensão, com um presidente como Bolsonaro que estimula o conflito, ataca pessoas ou instituições, ameaça a democracia, e põe em risco o pacto civilizatório que o Brasil penosamente construiu. Isso não acontece", afirma ainda Miriam.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247