Economist: Partidarismo de mídia no Brasil deu peso a jornais internacionais

Para Michael Reid, ex-editor da Economist para a América Latina e atualmente responsável pela coluna "Bello", “a mídia brasileira está muito partidária, isso faz com que as pessoas olhem mais para publicações internacionais"; "É um grande cumprimento para a Economist caso os brasileiros realmente estejam nos buscando como uma fonte de informação percebida como mais isenta do que a mídia doméstica”

Para Michael Reid, ex-editor da Economist para a América Latina e atualmente responsável pela coluna "Bello", “a mídia brasileira está muito partidária, isso faz com que as pessoas olhem mais para publicações internacionais"; "É um grande cumprimento para a Economist caso os brasileiros realmente estejam nos buscando como uma fonte de informação percebida como mais isenta do que a mídia doméstica”
Para Michael Reid, ex-editor da Economist para a América Latina e atualmente responsável pela coluna "Bello", “a mídia brasileira está muito partidária, isso faz com que as pessoas olhem mais para publicações internacionais"; "É um grande cumprimento para a Economist caso os brasileiros realmente estejam nos buscando como uma fonte de informação percebida como mais isenta do que a mídia doméstica” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Para Michael Reid, ex-editor da Economist para a América Latina e atualmente responsável pela coluna "Bello", “a mídia brasileira está muito partidária, isso faz com que as pessoas olhem mais para publicações internacionais".

Em entrevista a BBC Brasil, ele afirma que "é um grande cumprimento para a Economist caso os brasileiros realmente estejam nos buscando como uma fonte de informação percebida como mais isenta do que a mídia doméstica”.

"É interessante pensar que sofremos críticas por fazer elogios a Lula durante sua presidência e que a presidente Dilma Rousseff discordou publicamente de nossas posições sobre seu governo", afirmou (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247