Eliane Cantanhêde diz que "tudo conspira" a favor do ex-juiz suspeito Sérgio Moro

Coluna da jornalista pode até alimentar a tese de que há uma conspiração para favorecer o ex-juiz declarado parcial pela suprema corte

Eliane Cantanhêde e Sérgio Moro
Eliane Cantanhêde e Sérgio Moro (Foto: Reprodução | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – Há uma conspiração a favor do ex-juiz suspeito Sérgio Moro, declarado parcial pela suprema corte brasileira por corromper o sistema de justiça? A coluna desta sexta-feira da jornalista Eliane Cantanhêde pode alimentar esta tese. "O lançamento de Sérgio Moro pelo Podemos chacoalhou o tabuleiro de 2022, já se reflete nas pesquisas e confirma que a eleição não será uma mera guerra entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula. A sociedade e a movimentação política estão mostrando que o céu é o limite para uma terceira via", escreve a jornalista.

"Tudo vem favorecendo Moro: a filiação desta quinta-feira, 25, do general da reserva Santos Cruz ao Podemos é uma isca para o eleitorado de Bolsonaro, particularmente os militares; a desistência de Luiz Henrique Mandetta é uma questão de tempo e abre as portas do União Brasil (DEM e PSL) para Moro; a bagunça das prévias do PSDB enfraquece, e muito, o partido mais natural para ocupar a terceira via. Bastou Moro se desvencilhar da consultoria internacional, tirar a gravata, passar a falar como político e até sorrir, que tudo parece conspirar a favor dele", aponta.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email