Eliane diz que, para Machado, o crime compensou

"Quem devolve R$ 75 milhões desviou quanto? E ainda fica com quanto?", questiona a jornalista sobre o ex-presidente da Transpetro; para ela, a "pena de multa e tornozeleira [contra Machado] desacredita a máxima de que 'o crime não compensa'"

"Quem devolve R$ 75 milhões desviou quanto? E ainda fica com quanto?", questiona a jornalista sobre o ex-presidente da Transpetro; para ela, a "pena de multa e tornozeleira [contra Machado] desacredita a máxima de que 'o crime não compensa'"
"Quem devolve R$ 75 milhões desviou quanto? E ainda fica com quanto?", questiona a jornalista sobre o ex-presidente da Transpetro; para ela, a "pena de multa e tornozeleira [contra Machado] desacredita a máxima de que 'o crime não compensa'" (Foto: Gisele Federicce)

247 – Para Eliane Cantanhêde, o crime compensou para Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, que se tornou delator da Operação Lava Jato.

"Sérgio Machado roubou mais para ele do que para qualquer outro político, de qualquer partido. Quem devolve R$ 75 milhões desviou quanto? E ainda fica com quanto?", questiona a jornalista, em sua coluna no Estadão deste domingo.

Para ela, a "pena de multa e tornozeleira [contra Machado] desacredita a máxima de que 'o crime não compensa'". Machado denunciou milhões em propina contra 23 políticos de sete partidos e fez gravações que incriminou a cúpula do PMDB.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247