Em apoio a Bolsonaro, SBT resgata slogans da ditadura militar

O SBT passou a exibir, a partir desta terça-feira (6), uma série de vinhetas de cunho nacionalista e em alusão a ditadura militar, incluindo o resgate do slogan "Brasil, ame-o ou deixe-o", sinalizando que a emissora deve apoiar o governo de extrema direita de Jair Bolsonaro; "Pra molecada que não sabe, o slogan 'Brasil, ame-o ou deixe-o' era usado pelos militares para justificar a repressão aos movimentos sociais contrários a ditadura. Parece que 1964 é logo ali", disse o jornalista e editor do Brasil 247 William De Lucca no Twitter

Em apoio a Bolsonaro, SBT resgata slogans da ditadura militar
Em apoio a Bolsonaro, SBT resgata slogans da ditadura militar
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O SBT passou a exibir, a partir desta terça-feira (6), uma série de vinhetas de cunho nacionalista e em alusão a ditadura militar, incluindo o resgate do slogan "Brasil, ame-o ou deixe-o". "Pra molecada que não sabe, o slogan 'Brasil, ame-o ou deixe-o' era usado pelos militares para justificar a repressão aos movimentos sociais contrários a ditadura. Parece que 1964 é logo ali", disse o jornalista e editor do Brasil 247 William De Lucca no Twitter.

Em outras vinhetas, foram inseridas imagens de pontos turísticos do Brasil acompanhados por frases como "Pra frente Brasil" e "Eu te amo, meu Brasil", também usadas pela propaganda do regime militar. A frase "Eu te amo, meu Brasil" faz parte de uma música da dupla Dom & Ravel que foi utilizada durante muito tempo como peça de propaganda política da ditadura. A dupla também era presença constante nos palcos do programa de Sílvio Santos.

Por meio de nota, a assessoria do SBT informou que a rede "não irá se pronunciar por questões estratégicas". Com a veiculação do slogan – uma alusão ao fato de Bolsonaro ser ex-militar e de fazer uma defesa veemente da ditadura, o SBT, que sempre foi visto como uma espécie de rede apoio junto a mídia pelos governos no poder, independentemente do partido, emite sinais de que deve apoiar o presidente eleito ao longo de seu mandato.

Além da veiculação das vinhetas, a emissora também emitiu outros sinais de apoio ao governo Bolsonaro ao convidar a mulher do presidente eleito, Michelle Bolsonaro, para participar do programa Teleton no próximo final de semana. O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito, participou de uma entrevista no programa Poder em Foco, exibido no último domingo (4).

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email