Em entrevista, Naiara Azevedo conta detalhes sobre violência patrimonial que sofreu do ex-marido

A cantora afirma que não tinha acesso ao seu dinheiro e que Rafael, ex-marido e seu empresário, não aceitava fazer a partilha dos bens

Naiara Azevedo
Naiara Azevedo


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após denunciar o ex-marido e empresário, Raphael Cabral, por violência patrimonial, a cantora e ex-BBB, Naiara Azevedo, deu entrevista ao Fantástico contando detalhes sobre a dificuldade que passava em ter acesso ao seu próprio dinheiro, afirmando que o marido controlava todas suas finanças e não a permitia ter controle financeiro próprio. Dado a gravidade da situação, a Justiça de Goiás concedeu medida protetiva à cantora. Raphael Cabral contesta as alegações de ter cometido violência patrimonial e agressão contra a cantora, assegurando que irá provar sua inocência. Apesar da cantora já ter denunciado o marido por violência doméstica, ela agora buscou a Delegacia da Mulher, em Goiânia, para relatar que estava sendo vítima de violência patrimonial. Naiara destaca que, até então, enfrentara violência física, moral e psicológica, mas a violência patrimonial se revelou o ponto crucial. Naiara afirma que Rafael era responsável por controlar todo o dinheiro do casal. Segundo ela, Rafael retirou o acesso dela a cartões de crédito, dando o equivalente a mil reais por mês para gastos pessoais. “Quando eu falava assim: 'eu preciso de um cartão, preciso de dinheiro'. Sabe o que era falado para mim? 'Mas você quer dinheiro para que? Você tem tudo. Mil reais não dá para você viver?'”, relembra a cantora. Ela cobra pela partilha de bens correta do patrimônio construído durante o casamento: “Todo esse tempo eu venho cobrado pra gente fazer a nossa partilha de bens. Eu não quero uma gota de suor do trabalho do meu ex-marido. Ele trabalhou, sim, trabalhou para caramba e ele merece ter direito de 50% dele. E eu, do meu. Eu só quero o que é meu”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247