Em sua cruzada antipetista, JN compara Lula a Bolsonaro, que estimula desmatamento da Amazônia

William Bonner dá um duplo twist carpado para associar o ex-presidente Lula à devastação da Amazônia incentivada por Jair Bolsonaro e revolta internautas; "Jornal Nacional escolhe como objeto da reportagem a simetria entre falas de presidentes e não a assimetria dos números. É assim que o jornalismo foge de sua responsabilidade", diz agência Sportlight

www.brasil247.com -


247 - Em mais um episódio da cruzada da Globo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Jornal Nacional desta segunda-feira, 19, comparou Lula a Jair Bolsonaro, ao falar dos ataques do presidente de extrema-direita à floresta Amazônica. 

Após apresentar uma reportagem que exibiu o efeito de queimadas no Mato Grosso – as maiores nos últimos sete anos – e a falta de recursos para combater os incêndios, o apresentador William Bonner leu um texto didático sobre o assunto. A principal referência foi a uma fala de Bolsonaro, em resposta à decisão do governo alemão de suspender o envio de recursos para proteção ambiental no Brasil.

Bonner primeiro comparou a postura de Bolsonaro à do ex-presidente Lula: "Quando a Alemanha e a Noruega anunciaram a suspensão do envio de recursos para a proteção da floresta amazônica, o presidente Jair Bolsonaro repetiu uma postura que o então presidente Lula adotava quando estrangeiros criticavam a política ambiental do Brasil. Os dois presidentes afirmaram que a Europa destruiu todas as suas florestas e que, por isso, não tem moral para dar conselhos sobre a Amazônia."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Twitter, vários internautas criticaram a abordagem do Jornal Nacional: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email