Eugênio Bucci: projeto de Bolsonaro é destruir a imprensa livre

Segundo o professor da USP Eugênio Bucci, membros do governo Jair Bolsonaro "não suportam o jornalismo". "A vitória do projeto dele implica a destruição da imprensa livre, e a vitória da imprensa livre coloca em sítio o projeto de poder autoritário que ele tem”, afirmou

Para o professor da USP Eugênio Bucci, Jair Bolsonaro quer destruir a imprensa
Para o professor da USP Eugênio Bucci, Jair Bolsonaro quer destruir a imprensa (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Professor da USP e colunista do jornal O Estado de S.Paulo, Eugênio Bucci comparou Jair Bolsonaro e seus seguidores aos bonapartistas do século 19 e aos fascistas do século 20.

“São pregadores do fascismo. São machistas, misóginos, militaristas. Não suportam a ciência. Não suportam o jornalismo. A vitória do projeto dele implica a destruição da imprensa livre, e a vitória da imprensa livre coloca em sítio o projeto de poder autoritário que ele tem”, afirmou.

O pesquisador também criticou o insulto de Bolsonaro à jornalista Patricia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

“É um desprazer discutir uma fala tão desqualificada”, afirmou Bucci sobre o ataque. “É um desprazer considerar essas palavras como passíveis de interlocução. Elas não são, são ultrajes, são golpes verbais. Têm o objetivo de nos calar, nos humilhar”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247