Ex-BBB pede desculpas a Dilma por ofensas na web: 'Grande arrependimento'

Ex-participante do BBB 20, Marcela Mc Gowan citou as ofensas contra a ex-presidente Dilma Rousseff em suas redes sociais em 2013. "Para tirar isso da minha frente, eu tenho um grande arrependimento, um dia se eu puder me desculpar pessoalmente com a Dilma por qualquer discurso que tenha tido contra ela", complementou

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ex-participante do BBB 20, Marcela Mc Gowan promoveu uma live em no Instagram na qual conversou com ex-candidata a vice-presidente Manuela D'Ávila, candidata a vice-presidente da República em 2018 na chapa de Fernando Haddad. A médica citou as ofensas contra a ex-presidente Dilma Rousseff em suas redes sociais em 2013.

Em uma das postagens, Marcela disse que sonhava com a então mandatária passando mal durante o seu plantão. E desejou que Dilma tivesse um fã "como o de John Lennon", fazendo referência ao assassinato do ex-Beatle em dezembro de 1980. Ele foi alvejado por um fã na entrada do prédio onde morava em Nova York (EUA).

Na época, Marcela criticou programa Mais Médicos e usando hashtags como "o gigante acordou" e "fora Rede Globo" — emissora que, ironicamente, produz o programa do qual ela participou.

Na transmissão, Marcela mostrou arrependimento por suas atitudes no passado. "Eu fui uma pessoa alienadíssima de política até 2018", confessou, recebendo reação de Manuela. "Eu vou perguntar isso para ti, porque as pessoas estão ó, em mim", fazendo um sinal com as mãos.

"Eu quero tirar isso da minha frente. Em 2018, foi a primeira vez na minha vida que eu olhei para a política pela primeira vez. Antes disso, era aquilo que a gente chama de 'massa de manobra', reproduzindo todo o discurso da bolha de uma maneira extremamente anti-partidos, sem nenhum senso crítico", explicou.

Depois ela comentou sobre sua antiga postura. "Falas extremamente irresponsáveis, não tenho nenhum orgulho, [tenho] muito arrependimento, e eu falo hoje que graças a Deus eu tinha zero influência quando eu tinha esse tipo de discurso e hoje eu posso usar a minha influência de maneira inteligente e com senso crítico", disse.

"Mas foi muito um despertar da bolha só naquela polarização. Acho que foi para muitas pessoas um momento de olhar pela primeira vez para a política, muitos jovens, principalmente", frisou. "Então, para tirar isso da minha frente, eu tenho um grande arrependimento, um dia se eu puder me desculpar pessoalmente com a Dilma por qualquer discurso que tenha tido contra ela", complementou. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247