Ex-global avisa: próximo ato será na porta da emissora golpista

Jornalista Rodrigo Vianna, ex-funcionário da Globo e editor do blog Escrevinhador, deu o recado para a organização de mídia da Família Marinho; o próximo protesto em defesa da democracia será na porta da emissora, no Rio de Janeiro, disse Vianna em sua conta no Twitter; Globo foi um dos principais alvo das manifestantes pela democracia que aconteceram em todos os estados do País nessa sexta-feira; Na avenida Paulista, em São Paulo, foram distribuídos panfletos em que um quepe militar aparece sobre o logo da emissora, onde está escrito "TV Golpe"

Jornalista Rodrigo Vianna, ex-funcionário da Globo e editor do blog Escrevinhador, deu o recado para a organização de mídia da Família Marinho; o próximo protesto em defesa da democracia será na porta da emissora, no Rio de Janeiro, disse Vianna em sua conta no Twitter; Globo foi um dos principais alvo das manifestantes pela democracia que aconteceram em todos os estados do País nessa sexta-feira; Na avenida Paulista, em São Paulo, foram distribuídos panfletos em que um quepe militar aparece sobre o logo da emissora, onde está escrito "TV Golpe"
Jornalista Rodrigo Vianna, ex-funcionário da Globo e editor do blog Escrevinhador, deu o recado para a organização de mídia da Família Marinho; o próximo protesto em defesa da democracia será na porta da emissora, no Rio de Janeiro, disse Vianna em sua conta no Twitter; Globo foi um dos principais alvo das manifestantes pela democracia que aconteceram em todos os estados do País nessa sexta-feira; Na avenida Paulista, em São Paulo, foram distribuídos panfletos em que um quepe militar aparece sobre o logo da emissora, onde está escrito "TV Golpe" (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Rodrigo Vianna, ex-funcionário da Globo e editor do blog Escrevinhador, deu o recado para a organização de mídia da Família Marinho. 

O próximo protesto em defesa da democracia será na porta da emissora, no Rio de Janeiro, disse Vianna em sua conta no Twitter.

Leia:

 1964 nunca mais.

Fora Globo
O proximo ato será na porta da emissora golpista! pic.twitter.com/RNBKJocnVR

— rodrigo vianna (@rvianna) 18 de março de 2016

A Globo foi um dos principais alvo das manifestantes pela democracia que aconteceram em todos os estados do País nessa sexta-feira. Em Brasília, manifestantes chutaram e bateram em um carro da emissora que parou em frente ao museu Nacional à tarde. 

Em Vitória, Aracaju, Belém e Campo Grande, os manifestantes protestaram em frente às afiliadas da Globo, e uma equipe da emissora TV Verdes Mares, uma dessas afiliadas, foi hostilizada durante protestos em Fortaleza.

Na avenida Paulista, em São Paulo, foram distribuídos panfletos em que um quepe militar aparece sobre o logo da emissora, onde está escrito "TV Golpe".

Nem a Globo nem a Globo News transmitiram o discurso de Lula na Paulista.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247