Facebook está investigando caso do “Homem Pateta” que aterroriza crianças

Usando fotos que remetem ao famoso personagem da Disney, as páginas interagem com menores de idade na rede social por meio de mensagens perturbadoras, que podem induzir ao suicídio

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Você já ouviu falar no Homem Pateta? Um alerta divulgado pela Polícia Civil nesta semana adverte pais e responsáveis para perfis no Facebook com o codinome Jonatan Galindo, que têm causado pânico em crianças e adolescentes. A reportagem é do portal Metropoles. 

Usando fotos que remetem ao famoso personagem da Disney, as páginas interagem com menores de idade na rede social por meio de mensagens perturbadoras, que podem induzir ao suicídio.

Além de cruel, esse tipo de conduta é considerada é crime no Brasil. De acordo com Lei nº 13.968, aprovada no ano passado, induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou a praticar automutilação pode gerar uma pena de seis meses a seis anos de prisão.

Questionado pela reportagem, o Facebook Brasil afirmou estar ciente do caso e que tem tomado as devidas providências.

“O Facebook informa que está investigando o caso e que páginas falsas ou com conteúdos que incentivem a automutilação estão sujeitas à remoção. A rede social também disponibiliza o seu Portal para Mães e Pais, com dicas para o uso e segurança na internet”, disse a empresa ao portal.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247