Facebook exclui páginas de extrema direita e Bolsonaro denuncia “censura”

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) saiu em defesa neste sábado de páginas de extrema-direita que foram excluídas pelo Facebook. Bolsonaro classificou a medida como "censura"; seguidores do presidente questionaram o fato dele ter bloqueado o jornalista Leandro Demori, editor do The Intercept, de sua conta no Twitter

Facebook exclui páginas de extrema direita e Bolsonaro denuncia “censura”
Facebook exclui páginas de extrema direita e Bolsonaro denuncia “censura”
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) saiu em defesa neste sábado de páginas de extrema-direita que foram excluídas pelo Facebook. Bolsonaro classificou a medida como "censura".

"É muito grave mais uma 'rodada de exclusões de mais de 10 páginas de direita incluindo as de Paulo Eduardo Martins, Eder Borges e República de Curitiba pelo Facebook. A liberdade de expressão tem que ser respeitada, inclusive quando você é atacado, e legalmente responde!", disse Bolsonaro.

Os seguidores do presidente questionaram o fato dele ter bloqueado o jornalista Leandro Demori, editor do The Intercept, de sua conta no Twitter. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247