Facebook paga usuários

Membros da rede social recebero salrio para assistir a propagandas no site

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O Facebook começou, nesta quinta-feira, a pagar os usuários que assistirem a propagandas em seu site. Nada que garanta as despesas do mês: serão 10 centavos de dólar para cada comercial visto, o equivalente a um crédito da rede. Todo incentivo financeiro será feito por meio destes créditos, dinheiro utilizado para aquisições no próprio site, como jogos e aplicativos.

Segundo o site de tecnologia Mashable, a maioria das campanhas será hospedada em games da rede social. Atualmente, o site hospeda jogos bastante famosos, como FarmVille, MafiaWars e, mais recentemente, o game de tiro em primeira pessoa, N.O.V.A. Algumas empresas que já vinculam propagandas a seus jogos são CrowdStar, Digital Chocolate e Zynga.

Para hospedar os comerciais, o Facebook trabalha em parceria da americana Sharethrough, especializada em marketing nas redes sociais, e com a TrialPay, que fará análises sobre os resultados. De acordo com o CEO da Sharethrough, Dan Greenberg, a ação do Facebook representa um avanço no que se chama de “propaganda sem interrupção”. Ele afirma que os vídeos publicados no site serão interativos e motivarão os usuários a compartilharem com seus amigos.

A iniciativa do Facebook vem após um anúncio da empresa, na semana passada, de expandir seu programa de créditos da rede. Antes só utilizados para o consumo de aplicativos do site, o serviço agora permite a aquisição de produtos reais, por meio de propagandas. Nada mais estratégico. Agora o usuário assiste a propaganda, ganha créditos por isso e os usa nos produtos do próprio comercial que viu.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email