Felipe Neto diz que foi processado por vice de Bruno Covas

Apoiador do candidato à Prefeitura de São Paulo do PSOL, Guilherme Boulos, o youtuber Felipe Neto foi processado pelo vice de Bruno Covas (PSDB), Ricardo Nunes (MDB), por tê-lo criticado nas redes sociais

Felipe Neto
Felipe Neto (Foto: Reprodução YouTube)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Youtuber e apoiador de Guilherme Boulos (PSOL) na disputa do segundo turno das eleições municipais de São Paulo, Felipe Neto denunciou, em suas redes sociais nesta segunda-feira, 23, que foi processado pelo vereador Ricardo Nunes (MDB), candidato a vice na chapa de Bruno Covas (PSDB).

No sábado, 21, Neto denunciou que Nunes é “um homem acusado de violência doméstica, investigado por possível participação na máfia das creches” e acusado “de ameaça e falta de pagamento de pensão”. Na publicação, o youtuber ainda chamou voto em Boulos.

Nesta segunda-feira, 23, Felipe Neto denunciou que foi processado por Nunes, que teria alegado que o youtuber “expôs sua vida pessoal” e usou “golpe baixo”. “Ele decidiu então me processar na Justiça Eleitoral, pedindo a exclusão imediata do post e direito de resposta”, diz o youtuber.


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247