Fernando Brito: Lula seguirá preso, mas Celso de Mello abre porta para anular processo

"Como era esperado, o STF manteve a prisão de Lula, por 3 votos a dois (Gilmar Mendes e Ricardo Lewandoesky)", diz o jornalista Fernando Brito, do Tijolaço; "Mas Celso de Mello abriu uma porta. Disse que seu voto sobre a não revogação da prisão do ex-presidente não era uma antecipação do voto sobre o mérito da suspeição do então juiz Sérgio Moro"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernando Brito, do Tijolaço - Como era esperado, o STF manteve a prisão de Lula, por 3 votos a dois (Gilmar Mendes e Ricardo Lewandoesky).

Mas Celso de Mello abriu uma porta.

Disse que seu voto sobre a não revogação da prisão do ex-presidente não era uma antecipação do voto sobre o mérito da suspeição do então juiz Sérgio Moro.

Que passa a ser examinado agora.

Embora com poucas possibilidades de libertação do ex-presidente, segue a tensão no Supremo Tribunal Federal.

Quem apostar num adiamento tem boas chances de ganhar.

PS. Enquanto escrevia, isso se consumou. O mérito do habeas corpus não foi julgado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247