Folha alucina e diz que democracia sobreviveu ao golpe

Depois de contribuir ativamente para um processo que jogou no lixo 54 milhões de votos e substituiu a presidente honesta Dilma Rousseff por uma quadrilha, a Folha de S. Paulo, jornal de Otávio Frias Filho, afirma, em editorial, que a democracia brasileira passou no teste; "As instituições sobrevivem, a economia convalesce, os malfeitos persistem, mas seu combate também; às paixões substituíram-se o cansaço e o desalento. Podia ter sido, entretanto, muito pior. O teste era dificílimo, do ponto de vista político. O Brasil passou", diz o texto, que ignora o fato de o Brasil ser visto hoje no mundo como uma república bananeira; em razão disso, a mancha do apoio ao golpe ao golpe de 2016 acompanhará a Folha para sempre

Folha, Octavio Frias Filho, Otavinho
Folha, Octavio Frias Filho, Otavinho (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Num editorial que é puro nonsense, intitulado O Brasil passou, a Folha de S. Paulo, de Otávio Frias Filho, afirma que a democracia brasileira sobreviveu ao golpe de 2016, ignorando o fato de 54 milhões de votos foram jogados no lixo para que a presidente honesta Dilma Rousseff fosse substituída por uma quadrilha que se apossou do poder.

A Folha, que teve papel importante no golpe e omitiu até pesquisas Datafolha que mostravam o desejo dos brasileiros por eleições diretas, reconhece, no entanto, que o golpe fracassou em suas promessas morais e econômicas.

"Não se mostraram pequenas, por sua vez, as ilusões e a exaltação retórica do lado oposto. Havia quem julgasse, por exemplo, que se feria de morte a corrupção ao afastar os petistas do poder. Era ignorar voluntariamente a torpeza de muitos dos grupos arregimentados em favor do impeachment", diz o texto.

"Chegou-se a prever, ademais, uma rápida retomada do crescimento, afastada do horizonte das expectativas a sombra da incompetência dilmista. A recuperação está em curso, porém de modo lento e difícil, permanecendo rombos gigantescos no Orçamento."

Embora o Brasil tenha se convertido numa gigantesca república bananeira, a Folha vê um país em plena democracia. "As instituições sobrevivem, a economia convalesce, os malfeitos persistem, mas seu combate também; às paixões substituíram-se o cansaço e o desalento. Podia ter sido, entretanto, muito pior. O teste era dificílimo, do ponto de vista político. O Brasil passou."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247