Folha culpa jornal espanhol por fake news contra Lula e Dilma

Depois de atribuir a Lula uma fala contra Dilma que ele nunca disse, a Folha de S.Paulo culpou o jornal El Mundo pela publicação, ao informar que o veículo espanhol "corrigiu a declaração"; Folha e UOL divulgaram nesta segunda que Lula afirmou que "Dilma traiu o eleitorado", enquanto o que o ex-presidente disse foi: "as pessoas se sentiram traídas"

Depois de atribuir a Lula uma fala contra Dilma que ele nunca disse, a Folha de S.Paulo culpou o jornal El Mundo pela publicação, ao informar que o veículo espanhol "corrigiu a declaração"; Folha e UOL divulgaram nesta segunda que Lula afirmou que "Dilma traiu o eleitorado", enquanto o que o ex-presidente disse foi: "as pessoas se sentiram traídas"
Depois de atribuir a Lula uma fala contra Dilma que ele nunca disse, a Folha de S.Paulo culpou o jornal El Mundo pela publicação, ao informar que o veículo espanhol "corrigiu a declaração"; Folha e UOL divulgaram nesta segunda que Lula afirmou que "Dilma traiu o eleitorado", enquanto o que o ex-presidente disse foi: "as pessoas se sentiram traídas" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Folha de S.Paulo culpou o jornal espanhol El Mundo por sua divulgação de uma frase atribuída a Lula, mas nunca dita por ele.

Na noite desta segunda-feira 23, o site da Folha publicou que, "na entrevista publicada no site do 'El Mundo' neste domingo (22), Lula dizia que a ex-presidente Dilma Rousseff 'traiu seu eleitorado' ao promover o ajuste fiscal porque, nas eleições de 2014, tinha prometido manter as despesas".

A Folha diz ter reproduzido a declaração e que "à tarde, o 'El Mundo' alterou a frase do ex-presidente em seu site".

A assessoria de imprensa divulgou nas redes sociais o áudio da entrevista, e nela o ex-presidente diz: "as pessoas se sentiram traídas". Confira aqui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247