Funcionário da Globo delatado por Dario Messer era assessor especial de Roberto Marinho

José Aleixo, que foi apontado como o personagem que recebia cerca de US$ 300 mil mensais do doleiro para entregar aos irmãos Marinho, foi amigo e assessor muito próximo ao fundador da TV Globo

Dario Messer, José Aleixo e Roberto Marinho
Dario Messer, José Aleixo e Roberto Marinho (Foto: Reprodução | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço - A festejada delação premiada do doleiro Dario Messer produziu um efeito colateral.

A narrativa da Veja é arrasadora:

Em depoimento realizado no dia 24 de junho e que consta no anexo 10 da delação que tem mais de 20 capítulos, o doleiro afirma ter realizado repasses de dólares em espécie para os Marinho em várias ocasiões. Segundo o delator, a entrega dos pacotes de dinheiro acontecia dentro da sede da Rede Globo, no Jardim Botânico. Messer diz que um funcionário de sua equipe entregava de duas a três vezes por mês quantias que oscilavam entre 50 000 e 300 000 dólares.

E quem pegava estas “malas”?

De acordo com o delator, a pessoa que recebia o dinheiro na Globo era um funcionário identificado por ele como José Aleixo.

E quem é José Aleixo? Não só sempre foi o homem forte das finanças da Globo, como assessorava o próprio Roberto Marinho em suas movimentações financeiras desde os tempos dos acordos com a Time Life que permitiram a construção do império. Na tese de doutorado de João Braga Arêas, na Universidade Federal Fluminense, em 2012, a proximidade singular entre Marinho e Aleixo já era registrada:

Em 1969, Marinho comprava a parte de suas empresas que pertencia a Time Life, através de financiamentos obtidos com o banqueiro José Luiz de Magalhães Lins e com o Banco da Estado da Guanabara. Alguns integrantes da empresa norte-americana permaneceriam na Globo, como Joe Wallach, José Aleixo e Homero Sánchez.

Aleixo era, portanto, mais que um funcionário da Globo: era amigo íntimo de Marinho e detentor de segredos que, nesta condição, defendia todo o tempo. Foi, por isso, um dos adversários mais empedernidos do projeto Memória Globo, mas lá acabou aparecendo em um econômico perfil.

Irônico que ele, o homem em que “Doutor Roberto” mais confiava em matéria de dinheiro possa ser o início do fio da meada que descerre os segredos dos negócios bilionários da família Marinho.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247