Gaspari: Brasil virou república de bananas

O jornalista Elio Gaspari afirma, na edição deste domingo (24), da sua coluna na Folha, que "a oligarquia política e empresarial ferida pela Operação Lava Jato precisa que o Brasil seja uma república de bananas"; segundo ele, "só numa república de bananas", o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff "poderia ser conduzido por Eduardo Cunha; "O cidadão é obrigado a viver em duas realidades. Vai para a rua pedir a saída de Dilma Rousseff e descobre que marchou com um cordão que blinda Eduardo Cunha. Rapidamente, o cidadão foi da oitava economia do mundo, sede da Olimpíada, para a Terra dos Papagaios, uma república de bananas", reforça

O jornalista Elio Gaspari afirma, na edição deste domingo (24), da sua coluna na Folha, que "a oligarquia política e empresarial ferida pela Operação Lava Jato precisa que o Brasil seja uma república de bananas"; segundo ele, "só numa república de bananas", o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff "poderia ser conduzido por Eduardo Cunha; "O cidadão é obrigado a viver em duas realidades. Vai para a rua pedir a saída de Dilma Rousseff e descobre que marchou com um cordão que blinda Eduardo Cunha. Rapidamente, o cidadão foi da oitava economia do mundo, sede da Olimpíada, para a Terra dos Papagaios, uma república de bananas", reforça
O jornalista Elio Gaspari afirma, na edição deste domingo (24), da sua coluna na Folha, que "a oligarquia política e empresarial ferida pela Operação Lava Jato precisa que o Brasil seja uma república de bananas"; segundo ele, "só numa república de bananas", o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff "poderia ser conduzido por Eduardo Cunha; "O cidadão é obrigado a viver em duas realidades. Vai para a rua pedir a saída de Dilma Rousseff e descobre que marchou com um cordão que blinda Eduardo Cunha. Rapidamente, o cidadão foi da oitava economia do mundo, sede da Olimpíada, para a Terra dos Papagaios, uma república de bananas", reforça (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Elio Gaspari afirma, na edição deste domingo (24), da sua coluna na Folha, que "a oligarquia política e empresarial ferida pela Operação Lava Jato precisa que o Brasil seja uma república de bananas".

Segundo ele, "só numa república de bananas", o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff "poderia ser conduzido por Eduardo Cunha, réu em processo que tramita no Supremo Tribunal Federal, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro" e "isso numa sessão em que algumas dezenas de marmanjos comportaram-se como saltimbancos".

"O cidadão é obrigado a viver em duas realidades. Vai para a rua pedir a saída de Dilma Rousseff e descobre que marchou com um cordão que blinda Eduardo Cunha. Vê que a ciclovia de São Conrado desabou, matando duas pessoas e descobre que a obra ficou com a empreiteira da família do secretário de Turismo da cidade. Custou R$ 44 milhões, oito a mais que o previsto, e teve diversos aditivos. Rapidamente, o cidadão foi da oitava economia do mundo, sede da Olimpíada, para a Terra dos Papagaios, uma república de bananas", reforça.

Leia a íntegra aqui.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email