Gaspari: Moro deveria confiar no Judiciário

"Juízes e procuradores podem se sentir intimidados, até mesmo aterrorizados. A Lei Maria da Penha, por exemplo, intimida e aterroriza milhares de homens que pensam em bater numa mulher. Assim são as coisas e é bom que assim sejam", diz o jornalista Elio Gaspari, que defende a lei contra abuso de autoridades; "Antes de concordar com o fim do mundo, fica uma pergunta: quem poderá condenar o policial, o procurador ou o juiz? Um magistrado, e só um magistrado", lembra ainda o colunista

moro
moro (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Favorável à lei que pune abusos de autoridade, o jornalista Elio Gaspari afirma que o juiz Sergio Moro deveria confiar mais no Poder Judiciário.

"Antes de concordar com o fim do mundo, fica uma pergunta: quem poderá condenar o policial, o procurador ou o juiz? Um magistrado, e só um magistrado", diz ele.

"De fato, juízes e procuradores podem se sentir intimidados, até mesmo aterrorizados. A Lei Maria da Penha, por exemplo, intimida e aterroriza milhares de homens que pensam em bater numa mulher. Assim são as coisas e é bom que assim sejam."

"Em defesa da lei do abuso tem uma carga maldita. De um lado estão juízes e procuradores que batalham em defesa da moralidade e do outro, personagens de pouca reputação. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Imagine-se que um sujeito entra numa igreja e vê um batizado. Os padrinhos são os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá, mais os deputados Rodrigo Maia e Weverton Rocha, signatário da emenda que define crimes de responsabilidade para juízes e procuradores. O bebê é inocente, nada sabe da vida, mas acaba associado aos quatro padrinhos", diz ainda o jornalista.

Confira a posição de Moro sobre a lei contra abusos de autoridade:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247