Gilmar pede inquérito contra Carta

O motivo é a capa em que a revista de Mino Carta acusa o ministro do STF de receber R$ 185 mil do “mensalão mineiro”

Gilmar pede inquérito contra Carta
Gilmar pede inquérito contra Carta (Foto: STF/Divulgação_Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, acionou a procuradoria-geral da República para que investigue a revista Carta Capital, do jornalista Mino Carta. O motivo é a reportagem de capa recente em que a publicação acusa Gilmar de receber R$ 185 mil do “mensalão mineiro”, organizado em 1998, quando Eduardo Azeredo, do PSDB, tentou se reeleger governador.

Gilmar alega que a lista publicada por Carta Capital é falsa e que seu nome foi incluído de maneira fraudulenta para que sua isenção como juiz da Ação Penal 470 fosse questionada. Gilmar afirma ainda que a revista tinha ciência da fraude, antes de publicar a reportagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email