Glenn Greenwald: juízes do TRF-4 abusaram de seu poder. É corrupção judicial

O jornalista Glenn Greenwald disse que TRF-4 incorreu em 'corrupção judicial'. Ele tuitou: "o TRF-4 violou conscientemente a lei - precedente estabelecido por um tribunal superior (STF) - para fins puramente políticos: forçar o STF a anular sua decisão. Os juízes que violaram a lei estão abusando de seu poder. É corrupção judicial. Moro é culpado disso e o TRF-4 tb"

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza audiência pública interativa, com a participação do jornalista responsável pelo site The Intercept Brasil, para prestar informações sobre fatos revelados pelo sítio. \r\rÀ mesa, em pronunciamento, jornalista da agência de notícias The Intercept Brasil, Glenn Greenwald.\r\rFoto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza audiência pública interativa, com a participação do jornalista responsável pelo site The Intercept Brasil, para prestar informações sobre fatos revelados pelo sítio. \r\rÀ mesa, em pronunciamento, jornalista da agência de notícias The Intercept Brasil, Glenn Greenwald.\r\rFoto: Marcos Oliveira/Agência Senado (Foto: Marcos Oliveira)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Glenn Greenwald disse que TRF-4 incorreu em 'corrupção judicial'. Ele tuitou: "o TRF-4 violou conscientemente a lei - precedente estabelecido por um tribunal superior (STF) - para fins puramente políticos: forçar o STF a anular sua decisão.  Os juízes que violaram a lei estão abusando de seu poder. É corrupção judicial. Moro é culpado disso e o TRF-4 tb."

Veja o Twitter de Glenn Greenwald: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email