Globo esconde entrevista de Dilma e G1 a atribui a jornal chileno

Entrevista da presidente a editores da América Latina foi publicada ontem pelo jornal do Rio, mas foi tão bem escondida que o próprio portal da Globo, o G1, reproduziu a versão do jornal "El Mercurio", do Chile, e não de seu parceiro no Brasil

Entrevista da presidente a editores da América Latina foi publicada ontem pelo jornal do Rio, mas foi tão bem escondida que o próprio portal da Globo, o G1, reproduziu a versão do jornal "El Mercurio", do Chile, e não de seu parceiro no Brasil
Entrevista da presidente a editores da América Latina foi publicada ontem pelo jornal do Rio, mas foi tão bem escondida que o próprio portal da Globo, o G1, reproduziu a versão do jornal "El Mercurio", do Chile, e não de seu parceiro no Brasil (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A entrevista da presidente Dilma Rousseff concedida a editores de jornais da América Latina foi tão bem escondida pelo Globo, na edição deste domingo 21, que nem mesmo seu parceiro, o portal G1, do mesmo grupo, a reproduziu.

As respostas de Dilma a vários jornais do continente foram publicadas na página 42 do jornal O Globo, a quinta do caderno 'Mundo'.

Por volta do meio-dia, ela foi reproduzida pelo portal G1 como sendo uma publicação de um jornal chileno. "'El Mercurio', do Chile, publicou entrevista com presidente neste domingo", diz a chamada da matéria no site.

E o primeiro parágrafo: "A presidente Dilma Rousseff afirmou em entrevista ao Grupo de Diários América (GDA), publicada neste domingo (22) pelo jornal 'El Mercurio', do Chile, que o Brasil não vive 'crise de corrupção'".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247