Globo manda recado: é contra prender Lula

Depois do pedido de prudência do PSDB, Globo usa dois de seus editores para também transmitir a mensagem de que não há razões para prender Lula; pelo Twitter, Diego Escosteguy, editor chefe da Época, disse que "a fragilidade do pedido de prisão de Lula atrapalha a Lava Jato"; "O pedido de prisão preventiva de Lula apresentado pelo MP de SP é extremamente frágil", definiu; a jornalista Monica Waldvoguel, fez coro: "Sem pé nem cabeça. Sem fundamento, sem cabimento. Esperemos que haja juízes sensatos em SP"; para ela, "nem o Moro que tem o esquema todo na cabeça fez isso"; depois de incitar o golpe e o ódio político, tucanos e família Marinho pedem paz; na semana passada, após a ação da Lava Jato contra Lula, Globo passou a ser alvo da fúria e da indignação popular

Depois do pedido de prudência do PSDB, Globo usa dois de seus editores para também transmitir a mensagem de que não há razões para prender Lula; pelo Twitter, Diego Escosteguy, editor chefe da Época, disse que "a fragilidade do pedido de prisão de Lula atrapalha a Lava Jato"; "O pedido de prisão preventiva de Lula apresentado pelo MP de SP é extremamente frágil", definiu; a jornalista Monica Waldvoguel, fez coro: "Sem pé nem cabeça. Sem fundamento, sem cabimento. Esperemos que haja juízes sensatos em SP"; para ela, "nem o Moro que tem o esquema todo na cabeça fez isso"; depois de incitar o golpe e o ódio político, tucanos e família Marinho pedem paz; na semana passada, após a ação da Lava Jato contra Lula, Globo passou a ser alvo da fúria e da indignação popular
Depois do pedido de prudência do PSDB, Globo usa dois de seus editores para também transmitir a mensagem de que não há razões para prender Lula; pelo Twitter, Diego Escosteguy, editor chefe da Época, disse que "a fragilidade do pedido de prisão de Lula atrapalha a Lava Jato"; "O pedido de prisão preventiva de Lula apresentado pelo MP de SP é extremamente frágil", definiu; a jornalista Monica Waldvoguel, fez coro: "Sem pé nem cabeça. Sem fundamento, sem cabimento. Esperemos que haja juízes sensatos em SP"; para ela, "nem o Moro que tem o esquema todo na cabeça fez isso"; depois de incitar o golpe e o ódio político, tucanos e família Marinho pedem paz; na semana passada, após a ação da Lava Jato contra Lula, Globo passou a ser alvo da fúria e da indignação popular (Foto: Valter Lima)

247 - Dois nomes da Globo ecoaram pelas redes sociais um recado das Organizações da família Marinho: não há sentido no pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula.

Diego Escosteguy, editor chefe da Época, disse que "a fragilidade do pedido de prisão de Lula atrapalha a Lava Jato". "O pedido de prisão preventiva de Lula apresentado pelo MP de SP é extremamente frágil. Uma coisa é a qualidade da denúncia sobre os crimes atribuídos ao ex-presidente; outra, a qualidade do pedido de prisão. Há indícios consistentes de autoria e materialidade dos crimes descritos na denúncia. Mas - repito - são frágeis os que fundamentam a prisão", afirmou ele no Twitter.

A jornalista Monica Waldvoguel, fez coro, também através do microblog: "Sem pé nem cabeça. Sem fundamento, sem cabimento. Esperemos que haja juízes sensatos em SP". Criticada por seguidores, ela manteve sua posição: "Simplesmente não faz sentido. Justiça não pode ser luta política para ninguém. Nem o Moro que tem o esquema todo na cabeça fez isso", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247