Globo manobra para manter Lula preso para sempre

Em editorial, o jornal O Globo, da família Marinho, defende que o caso Lula e a suspeição de Moro devem ser avaliados pelo plenário do Supremo Tribunal Federal – o que, em tese, complicaria a libertação do ex-presidente

(Foto: Reuters | Reprodução)

247 – Em editorial, o jornal O Globo, da família Marinho, defende que o caso Lula e a suspeição de Moro devem ser avaliados pelo plenário do Supremo Tribunal Federal – o que, em tese, complicaria a libertação do ex-presidente.

"Por todas as implicações do caso, os ministros deveriam aproveitar o recesso para amadurecer a ideia do envio deste processo ao plenário do Supremo. Para 11 juízes decidirem, e não apenas cinco", diz o texto.

"Enquanto trechos das alegadas mensagens têm sido divulgados, juristas são ouvidos pela imprensa profissional e não há opiniões coincidentes. Até ex-ministro do Supremo, como Carlos Velloso, nada vê de ilegal nas mensagens, enquanto a defesa de Lula enxerga motivos concretos para a nulidade de processos. O certo é que, pela alta voltagem do assunto, qualquer frase dos diálogos tem despertado apaixonadas discussões. Há tudo menos serenidade neste momento, fator essencial para a Justiça se pronunciar de forma consistente. Tempo para isso existe", conclui o editorial.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247