Globo mente: nega receber bilhões do governo, mas recebeu R$ 10 bi

Esquenta a briga entre criador e criatura: o apresentador e editor-chefe do Jornal Nacional, William Bonner, leu uma nota oficial ao fim do programa na noite desta quarta (29) classificando como "absolutamente falsa" a declaração de Bolsonaro que, em sua entrevista na véspera, afirmara que a Globo recebe bilhões de reais em recursos do governo federal; no entanto, os dados oficiais do governo federal indicam que o grupo da família Marinho recebeu R$ 10,2 bilhões da União de 2000 a 2016

Globo mente: nega receber bilhões do governo, mas recebeu R$ 10 bi
Globo mente: nega receber bilhões do governo, mas recebeu R$ 10 bi

247 - Esquenta a briga entre criador e criatura: o apresentador e editor-chefe do Jornal Nacional, William Bonner, leu uma nota oficial ao fim do programa na noite desta quarta (29) classificando como "absolutamente falsa" a declaração de Bolsonaro que, em sua entrevista na véspera, afirmara que a Globo recebe bilhões de reais em recursos do governo federal; no entanto, os dados oficiais do governo federal indicam que o grupo da família Marinho recebeu R$ 10,2 bilhões da União de 2000 a 2016. Não há dados disponíveis de 2017, pois o governo de Michel Temer passou a censurar a informação. 

Em sua entrevista ao Jornal Nacional, na terça-feira (28), Bolsonaro fez uma declaração que repercutiu na internet: "Podem ter certeza, vocês [apresentadores do Jornal Nacional e a própria TV Globo] vivem em grande parte de recursos da União. São bilhões em recursos da propaganda oficial do governo", disse.

Segundo a nota lida por William Bonner, a propaganda oficial do governo federal e de suas empresas estatais corresponde a menos de 4% das receitas publicitárias e nem remotamente chega à casa do bilhão". "Os anunciantes, privados ou públicos, reconhecem na TV Globo uma programação de qualidade, prestigiada por enorme audiência e, por isso, se valem dela para levar ao público mensagens sobre seus produtos e serviços. Fazemos esse esclarecimento por apreço à verdade, ao nosso público e a nossos anunciantes".

Por sua vez, Michel Temer interrompeu em 2017, os dados disponíveis sobre gastos publicitários estatais federais. A presidência da República mandou extinguir a compilação dessas informações. Não custa lembrar que ambos - Temer e Globo - foram elementos fundamentais no apoio ao golpe parlamentar, um sendo o arquiteto do impeachment sem crime de responsabilidade e a outra (a emissora) massificando o apoio a uma ruptura institucional que vem dilapidando a democracia brasileira.

Eis a nota lida por Bonner:

“O candidato Jair Bolsonaro, do PSL, afirmou que a TV Globo recebe bilhões de recursos da propaganda oficial do governo. É uma afirmação absolutamente falsa. A propaganda oficial do governo federal e de suas empresas estatais corresponde a menos de 4% das receitas publicitárias e nem remotamente chega à casa do bilhão. Os anunciantes, privados ou públicos, reconhecem na TV Globo uma programação de qualidade, prestigiada por enorme audiência e, por isso, se valem dela para levar ao público mensagens sobre seus produtos e serviços. Fazemos esse esclarecimento por apreço à verdade, ao nosso público e a nossos anunciantes”.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247