Google lança carteira eletrônica

Empresa anuncia o Google Wallet, servio que far pagamentos via celular; o vice-presidente da rea de pagamentos da companhia, Osama Bedier, mostra como funciona o sistema, durante conferncia em NY

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com agências internacionais – O Google acaba de anunciar um serviço que torna mais próximo o processo de pagamentos pelo celular. O gigante das buscas apresentou, nesta quinta-feira, o Google Wallet, sistema que permite às pessoas substituírem seus cartões de crédito ou de débito pelos celulares em estabelecimentos conveniados. A companhia espera, com o novo serviço, ter vantagens sobre Visa, importantes bancos dos Estados Unidos e operadoras de telefonia.

No formato de um aplicativo para o sistema móvel Android, que guardará os dados do cartão do consumidor, o Google Wallet passará a funcionar no segundo semestre em Nova York e San Francisco, ainda em formato de teste. A empresa fechou parceria com redes de varejo do país, como Macy´s, American Eagle Outfitters e Subway, unindo seu serviço a programas de fidelidade e ofertas de desconto.

A princípio, apenas os cartões de crédito Mastercard do Citibank serão aceitos no pagamento, em 120 mil lojas dos EUA. Além dele, o Google incluiu um cartão de pagamento pré-pago com sua própria marca, que pode ser carregado por meio de qualquer tipo de cartão de crédito. A empresa também anunciou o Google Offers, que entregará aos usuários ofertas em lojas conveniadas. Os descontos serão armazenadas na Google Wallet e poderão ser usados nas transações seguintes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email