Greenwald denuncia para o mundo corrupção e vínculos do clã Bolsonaro com o crime

Em entrevista ao canal Double Down News, o jornalista Glenn Greenwald fala sobre o envolvimento da família com as milícias do Rio, as ameaças à democracia, o desprezo à gravidade da pandemia e outros temas (vídeo)

Glenn Greenwald e Jair Bolsonaro
Glenn Greenwald e Jair Bolsonaro (Foto: Lula Marques | Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept, expôs ao mundo em uma entrevista ao canal Double Down News os vínculos do clã Bolsonaro com diferentes tipos de crimes, como corrupção, ameaça à democracia e até assassinato.

“Não é apenas o presidente, mas também seus três filhos”, lembra Greenwald, num trecho da entrevista publicado no Twitter (assista abaixo, em inglês). Ele resgata afirmações feitas por Bolsonaro de que fecharia o Congresso e o STF, ligações com as milícias no Rio de Janeiro e outros diversos escândalos.

O jornalista fala ainda sobre os desmatamentos na Amazônia e as repercussões disso no mundo e o desprezo de Jair Bolsonaro com a pandemia do coronavírus, com participações em aglomerações e incentivos à população para que saísse de casa para trabalhar.

Assista:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247