Greenwald: “Trocar o jornalismo por causas políticas é o trabalho da Globonews”

O editor-chefe do site The Intercept, Glen Greenwald, criticou em seu Twitter a postura dos jornalistas da GloboNews durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula pelo TRF4 em Porto Alegre; "Trocar o jornalismo por sua causa política é o que as personalidades da Globonews fazem. É literalmente o trabalho deles”, escreveu o jornalista norte-americano radicado no Brasil em seu perfil

O editor-chefe do site The Intercept, Glen Greenwald, criticou em seu Twitter a postura dos jornalistas da GloboNews durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula pelo TRF4 em Porto Alegre; "Trocar o jornalismo por sua causa política é o que as personalidades da Globonews fazem. É literalmente o trabalho deles”, escreveu o jornalista norte-americano radicado no Brasil em seu perfil
O editor-chefe do site The Intercept, Glen Greenwald, criticou em seu Twitter a postura dos jornalistas da GloboNews durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula pelo TRF4 em Porto Alegre; "Trocar o jornalismo por sua causa política é o que as personalidades da Globonews fazem. É literalmente o trabalho deles”, escreveu o jornalista norte-americano radicado no Brasil em seu perfil (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O editor-chefe do site The Intercept, Glen Greenwald, criticou em seu Twitter a postura dos jornalistas da GloboNews durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula pelo TRF4 em Porto Alegre.

"Trocar o jornalismo por sua causa política é o que as personalidades da Globonews fazem. É literalmente o trabalho deles”, escreveu o jornalista norte-americano radicado no Brasil em seu Twitter.

O comentário foi uma resposta a um post do site Congresso em Foco, também criticando o trabalho da GloboNews. Para o Congresso em Foco, a GloboNews "faz mau jornalismo ao dizer que a defesa de Lula politiza o julgamento. Os dois lados  politizaram a questão. Ignorar isso é fazer jornalismo de causa", diz o site de política brasileiense.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247