Grupo Diários Associados compra 50% da revista Encontro

Negociao entre o condomnio responsvel pelo principal jornal do estado e a principal revista j vinha sendo feita h alguns meses. Venda ser anunciada oficialmente na prxima semana. Cada parte ter 50%, mas a gesto editorial da revista continuar com o antigo dono

Grupo Diários Associados compra 50% da revista Encontro
Grupo Diários Associados compra 50% da revista Encontro (Foto: DIVULGAÇÃO)

Minas 247 - Confirmada a operação que há alguns dias era comentada em rumores no mercado de mídia de Belo Horizonte: o Diários Associados Minas comprou 50% da revista Encontro. Trata-se da união entre a empresa responsável pelo principal jornal do estado (o Estado de Minas) e a principal revista, com tiragem auditada de 66 mil exemplares por mês.

Os valores da operação são guardados a sete chaves pelas duas partes. O 247 apurou, porém, que tanto o Diários Associados quanto a Encontro estão satisfeitos. Editorialmente, o negócio, de fato, faz sentido. Para o Estado de Minas, será a forma de entrar de vez no mercado de revistas, muito disputado e em alta em Belo Horizonte - e que vai ganhar um concorrente de peso nas próximas semanas, com o lançamento da Veja Minas. Sua publicação na área, a revista HIT, não conseguiu emplacar totalmente. Para a Encontro, a fusão representa ganho institucional, já que aproveitará a marca Estado de Minas, com ganhos no mercado publicitário e também de distribuição.

O mais provável é que o próximo número da Encontro, no início de maio, anda não tenha a logo do Estado de Minas na capa. Mas isso deve ocorrer já em junho. A distribuição não mudará, mas é praticamente certo que a revista se valerá da maior capilaridade do jornal pelo estado - o que deverá refletir no aumento da circulação.

A operação manterá as duas empresas como independentes. Na prática, significa que o controle editorial continuará sob a responsabilidade do empresário André Lamounier, proprietário da Encontro. A divisão societária não significará, portanto, mudança editorial. Na negociação, ambas as partes constataram que os dois conteúdos não se contradizem, daí a decisão de manter tudo como está.

Na tarde desta sexta-feira, Lamounier e o diretor-executivo dos Associados, Geraldo Teixeira da Costa Neto, informaram o negócio a editores do jornal Estado de Minas. Alguns jornalistas do EM, contratados em regime de exclusividade, serão liberados para fazer reportagens para a Encontro. A redação da revista tende também a aumentar, devido à injeção de capital novo - alguns jornalistas já foram inclusive contratados nas duas últimas semanas.

Uma dúvida que continua é como será a gestão num negócio sem sócio majoritário. O 247 apurou que essa foi, de fato, uma preocupação colocada à mesa. Mas ficou acertado que a gestão continuará como é hoje - eventuais discordâncias que poderiam surgir já foram contempladas contratualmente, segundo uma fonte informou.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247