Guardian: Rio chega a 100 dias dos jogos como “república de bananas”

Reportagem da edição impressa do jornal britânico The Guardian diz que o Rio de Janeiro "entra na reta final olímpica parecendo mais uma clássica república de bananas do que uma economia emergente moderna a ponto de assumir seu lugar entre as principais do mundo"; entre os principais problemas enfrentados pelo Brasil estão a queda drástica do PIB, a votação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, epidemia do vírus da zika e "declarações a favor da tortura, da misoginia e da ditadura militar feitas pelo político mais votado da cidade, Jair Bolsonaro"

Reportagem da edição impressa do jornal britânico The Guardian diz que o Rio de Janeiro "entra na reta final olímpica parecendo mais uma clássica república de bananas do que uma economia emergente moderna a ponto de assumir seu lugar entre as principais do mundo"; entre os principais problemas enfrentados pelo Brasil estão a queda drástica do PIB, a votação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, epidemia do vírus da zika e "declarações a favor da tortura, da misoginia e da ditadura militar feitas pelo político mais votado da cidade, Jair Bolsonaro"
Reportagem da edição impressa do jornal britânico The Guardian diz que o Rio de Janeiro "entra na reta final olímpica parecendo mais uma clássica república de bananas do que uma economia emergente moderna a ponto de assumir seu lugar entre as principais do mundo"; entre os principais problemas enfrentados pelo Brasil estão a queda drástica do PIB, a votação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, epidemia do vírus da zika e "declarações a favor da tortura, da misoginia e da ditadura militar feitas pelo político mais votado da cidade, Jair Bolsonaro" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Reportagem da edição impressa do jornal britânico The Guardian afirma que a 100 dias dos Jogos Olímpicos, o Rio de Janeiro "entra na reta final olímpica parecendo mais uma clássica república de bananas do que uma economia emergente moderna a ponto de assumir seu lugar entre as principais do mundo".

Entre os principais problemas enfrentados pelo Brasil, citados pelo jornal como um tom de "melancolia" à expectativa dos jogos, estão a queda drástica do PIB, a votação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff e epidemia do vírus da zika.

Guardian menciona também "declarações a favor da tortura, da misoginia e da ditadura militar feitas pelo político mais votado da cidade, Jair Bolsonaro".

Na versão online do texto impresso, também publicada nesta quarta-feira, o jornal mudou a expressão "república de bananas" para "república latino-americana".

Segundo a BBC Brasil, o Guardian afirma que a percepção sobre os Jogos pode mudar na medida em que se aproximam, como aconteceu com a Copa do Mundo 2014, algo que os organizadores dizem poder ocorrer a partir da chegada da tocha olímpica ao país. Mas o jornal diz que especialistas estão pessimistas sobre o legado do evento para o país. Será "um lixo", diz o diário.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247