Guerra de sucessão entre os herdeiros de Murdoch

Elisabeth puxa o tapete de Rebekah Brooks e se prepara para assumir o comando no lugar do irmo James

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A segunda filha de Rupert Murdoch, Elisabeth, pode ser sua última esperança de ver um dos membros do clã assumir o comando, em caso da partida precipitada do irmão James.

Segundo o jornal The Independent, o magnata deseja que Elisabeth, que atualmente dirige o grupo de produção de televisão Shine, seja integrada ao conselho de administração do conglomerado a partir do mês de outubro. Até então, James, atual diretor geral adjunto da News Corp., era considerado o herdeiro natural do império criado por seu pai. No entanto, desde o escândalo das escutas telefônicas que levou ao fechamento do News of the World, sua situação não está mais garantida. Além de sua responsabilidade como presidente da News International, os acionistas da BSkyB e da News Corp. pedem sua cabeça.

Resta ainda um impasse. O que fazer com Rebekah Brooks? Segundo o Sunday Times, a família Murdoch ficou muito dividida sobre como administrar esse "problema". Elisabeth, apoiada por sua meia-irmã Prudence, filha mais velha de Rupert de seu primeiro casamento, teria pressionado a ex-diretora da News International a se demitir na semana passada. Ela fez isso sem a aprovação dos irmãos James e Lachlan. Fiel aliado de Rebekah Brooks, James Murdoch queria que a ruiva de temperamento forte tirasse umas férias por tempo indeterminado. "James e Rebekah pisaram na bola com o grupo", teria dito Elisabeth em uma festa organizada por seu segundo marido, Matthew Freud. Lachlan, membro do conselho, por sua vez, percebeu que o único jeito de evitar a contaminação do caso era cortar qualquer tipo de comunicação com Rebekah.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email