Haddad: é difícil América Latina eleger outro Bolsonaro

Em entrevista ao canal do apresentador João Gordo, Fernando Haddad disse que "muito dificilmente um país latino-americano elegia alguém com o perfil do Bolsonaro"; "Não consigo nem conceber alguém com esses traços chegar a presidente da república. Tem uma coisa nossa que precisa ser cuidada, uma coisa local"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-prefeito Fernando Haddad participou do Panelaço, canal do YouTube comandado pelo músico e apresentador João Gordo, e disse que a onda de ódio no país está crescendo cada vez porque o próprio Estado apoia isso.

"Está rolando uma coisa muito perigosa. Você pode apoiar um governo, mas isso não te dá o direito de validar violência do Estado. Se as coisas saírem do controle, não é legal. E eu não estou vendo muita gente atenta a isso", analisou.

"Muito dificilmente um país latino-americano elegia alguém com o perfil do Bolsonaro. Conheço razoavelmente bem a realidade argentina, uruguaia, chilena. Não consigo nem conceber alguém com esses traços chegar a presidente da república. Tem uma coisa nossa que precisa ser cuidada, uma coisa local".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email