Helena Chagas: tempo passa e saia vai ficando mais justa no STF

"Nove entre dez observadores de Brasília apostam que o STJ irá negar o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula nesta terça", diz a jornalista Helena Chagas. "Seu destino estará nas mãos do Supremo Tribunal Federal, que aparentemente já formou tendência a favor da revisão da prisão logo após a condenação em segunda instância"; segundo a jornalista, "o Supremo está numa sinuca e, quanto mais o tempo passa, pior ela vai ficando"

"Nove entre dez observadores de Brasília apostam que o STJ irá negar o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula nesta terça", diz a jornalista Helena Chagas. "Seu destino estará nas mãos do Supremo Tribunal Federal, que aparentemente já formou tendência a favor da revisão da prisão logo após a condenação em segunda instância"; segundo a jornalista, "o Supremo está numa sinuca e, quanto mais o tempo passa, pior ela vai ficando"
"Nove entre dez observadores de Brasília apostam que o STJ irá negar o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula nesta terça", diz a jornalista Helena Chagas. "Seu destino estará nas mãos do Supremo Tribunal Federal, que aparentemente já formou tendência a favor da revisão da prisão logo após a condenação em segunda instância"; segundo a jornalista, "o Supremo está numa sinuca e, quanto mais o tempo passa, pior ela vai ficando" (Foto: Leonardo Lucena)

247 - "Nove entre dez observadores de Brasília apostam que o STJ irá negar o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula nesta terça", diz a jornalista Helena Chagas. "Seu destino estará nas mãos do Supremo Tribunal Federal, que aparentemente já formou tendência a favor da revisão da prisão logo após a condenação em segunda instância e, com isso, poderá impedir a prisão de Lula até o julgamento do mérito de seu caso pelo STJ – o que levaria ainda um bom tempo para acontecer".

De acordo com a blogueira, "esse roteiro, porém, vai deixando muito desconfortável o próprio STF"." E quanto mais a ministra Cármen Lucia demora para marcar o julgamento das ações de inconstitucionalidade que podem decidir a tese – e não no caso concreto de Lula – mais difícil vai ficando a situação da suprema corte do país".

"O Supremo está numa sinuca e, quanto mais o tempo passa, pior ela vai ficando. Estão em estado de preocupação máxima os ministros que acham que o problema deve ser resolvido logo e trabalham para que Cármen Lucia, finalmente, concorde em enfrentar a pauta. A entrevista do sempre discreto decano Celso de Mello ao jornal O Globo, neste domingo, defendendo  a realização do julgamento, é apenas a ponta desse iceberg de preocupação. Os supremólogos de Brasília acham que pode haver novidades esta semana".

Leia a íntegra no site Os Divergentes

Ao vivo na TV 247 Youtube 247