Humilhação pública de Bebianno é tóxica para governo, diz jornalista

O jornalista João Filho, do Intercept Brasil, afirma que o ministro da Secretaria-Geral da presidência Gustavo Bebianno foi humilhado em público e que isso é um grande risco para o governo; ele diz: "é estranho que justamente Bebianno tenha sido o único companheiro largado ferido na estrada. O advogado sempre foi um soldado linha de frente do bolsonarismo. Durante a campanha, ele se apresentava como tesoureiro, presidente do PSL e assessor de imprensa de Bolsonaro"

Humilhação pública de Bebianno é tóxica para governo, diz jornalista
Humilhação pública de Bebianno é tóxica para governo, diz jornalista (Foto: Agência Brasil)

247 - O jornalista João Filho, do Intercept Brasil, afirma que o ministro da Secretaria-Geral da presidência Gustavo Bebianno foi humilhado em público e que isso é um grande risco para o governo. Ele diz: "é estranho que justamente Bebianno tenha sido o único companheiro largado ferido na estrada. O advogado sempre foi um soldado linha de frente do bolsonarismo. Durante a campanha, ele se apresentava como tesoureiro, presidente do PSL e assessor de imprensa de Bolsonaro."

A reportagem acrescenta: "mesmo sem ter nenhuma experiência com política, Bebianno foi escolhido pelo presidente para ser o principal articulador político durante a campanha. Os dois eram bastante próximos e mantinham confiança mútua. Foi de Bebianno a ideia de lançar a candidatura bolsonarista pelo PSL, partido que presidiu por escolha do próprio Jair Bolsonaro e que alcançou a segunda maior bancada da Câmara. O presidente está pagando com traição."

A matéria ainda acrescenta: "parece que o maior problema de Bebianno é não contar com a simpatia dos filhos do seu chefe, principalmente com a do Carlos. Não é de hoje que o 'pitbull' — apelido dado por papai — vem vociferando contra Bebianno. Durante a campanha, Carluxo não conseguia esconder a insatisfação com a proximidade do pai com o advogado. Segundo a Gazeta do Povo, o filho do presidente não gostava das alianças propostas por Bebianno e achava que ele se aliou ao pai apenas por interesses próprios. A desavença se tornou insuportável durante a transição do governo, quando o pitbull do presidente abandonou a equipe e latiu muito no Twitter."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247