IBGE: milhões de brasileiros voltam ao fogão a lenha e moram de favor, diz Kotscho

"Com mais gente morando nas casas, pode-se imaginar a qualidade de vida dessas pessoas respirando fumaça, enquanto a televisão mostra os comerciais do Brasil Maravilha criado pela 'Ponte para o Futuro' de Michel Temer, sob o lema 'Ordem e Progresso' da propaganda oficial", critica o jornalista Ricardo Kotscho

"Com mais gente morando nas casas, pode-se imaginar a qualidade de vida dessas pessoas respirando fumaça, enquanto a televisão mostra os comerciais do Brasil Maravilha criado pela 'Ponte para o Futuro' de Michel Temer, sob o lema 'Ordem e Progresso' da propaganda oficial", critica o jornalista Ricardo Kotscho
"Com mais gente morando nas casas, pode-se imaginar a qualidade de vida dessas pessoas respirando fumaça, enquanto a televisão mostra os comerciais do Brasil Maravilha criado pela 'Ponte para o Futuro' de Michel Temer, sob o lema 'Ordem e Progresso' da propaganda oficial", critica o jornalista Ricardo Kotscho (Foto: Leonardo Lucena)

247 - "Com os moradores sem condições para comprar gás de cozinha, 1,2 milhão de domicílios brasileiros passaram a usar também lenha e carvão no ano passado. E 6,7 milhões de pessoas, sem renda para pagar aluguel ou a prestação da casa própria, foram morar de favor em casas cedidas por parentes ou amigos", diz o jornalista Ricardo Kotscho. "Estes são os dados maior reveladores de como sobrevivem os brasileiros mais pobres atingidos pela crise econômica, que já deixou 13 milhões de desempregados, segundo pesquisa do IBGE divulgada nesta quinta-feira", afirma.

O blogueiro acrescenta que, "com o país em marcha batida rumo ao passado e ao atraso, a pesquisa Características Gerais de Domicílios e dos Moradores 2017 mostra que 12,3 milhões de casas ainda usavam fogões a lenha para cozinhar, um crescimento de 11% em relação a 2016, no ano em que o preço do gás de cozinha bateu recordes históricos". "Entre junho de 2017, quando a Petrobras mudou sua política de preços, e o final do ano, houve um aumento de 67,8% nos preços", afirma.

O jornalista faz um alerta dizendo que, "como nada indica que essa política vá mudar tão cedo, deverá crescer, em consequência, o desmatamento para alimentar os fogões, e a poluição do ar nas periferias das cidades". "Com mais gente morando nas casas, pode-se imaginar a qualidade de vida dessas pessoas respirando fumaça, enquanto a televisão mostra os comerciais do Brasil Maravilha criado pela 'Ponte para o Futuro' de Michel Temer, sob o lema 'Ordem e Progresso' da propaganda oficial".

Leia a íntegra no Balaio do Kotscho

 

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247