Igreja na Suécia exalta a cópia e considera a internet sagrada

Jovens fundadores da Igreja Missionria Copimista j se dizem perseguidos pelos que defendem o direito autoral, mas religio j angariou, em pouco tempo, mais de cinco mil seguidores

Igreja na Suécia exalta a cópia e considera a internet sagrada
Igreja na Suécia exalta a cópia e considera a internet sagrada (Foto: DIVULGAÇÃO)

247 - Cada vez mais gente no mundo gosta de viver conectado. Pode-se dizer até mesmo que as pessoas adoram a rede, mas, no sentido religioso desta palavra, apenas um grupo de suecos que fundou a Igreja Missionária Copimista, seita que eleva o status da internet como sagrada e já angariou mais de cinco mil seguidores nas primeiras semanas de existência.

A ideia nasceu no também polêmico Partido Pirata, que tem como ideologia, assim como o copismo, a reprodução livre de conteúdo. Esta foi também a origem do nome da religião, que defende ainda que seus seguidores possam cultuar qualquer outro deus – ou nenhum deles.

“Copie e semeie” é a palavra de ordem dos copistas. Embora já tenham o status de religião na Suécia oficializado desde 21 de novembro, ainda não foi escrito nenhum livro sagrado que sintetize a ideologia. No lugar dele, há uma constituição, já traduzida do sueco para o inglês, que lista os preceitos daquilo que eles defendem como “liberdade de reprodução”.

A Suécia é, tradicionalmente, assim como os outros países da Escandinávia, pouco religioso, fator que ajuda os copistas a se manifestarem. Mesmo assim, os líderes já receberam muitas críticas daqueles que defendem o direito autoral. “Muitas igrejas foram perseguidas no início”, defendeu Gustav Nipe, 23, um dos fundadores.

Assim como a discussão está sendo levada, recentemente, a um nível mundial, incluindo até mesmo a prisão de homens como Kim Dotcom, fundador do Megaupload, o copismo nasceu preparado para retaliações. Assim como o debate sobre pirataria não tem previsão de fim, os copistas correm o risco de serem perseguidos ao defender que “o ato de copiar é sagrado”.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247