Internet sem fio em orelhão

Operadora Oi cria projeto para oferecer aos pedestres conexo wi-fi com velocidade de at 2 megabits por segundo em cabines telefnicas. Com patrocnio, o acesso pode ser gratuito

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A empresa de telefonia Oi desenvolveu um projeto para oferecer internet banda larga sem fio nos orelhões espalhados pelo país, segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo. O serviço pode se tornar gratuito aos usuários se houver patrocínio para os novos equipamentos. Caso contrário, a internet móvel estaria disponível por cartões com senhas de acesso.

Segundo a publicação, o Brasil tem hoje 1,1 milhão de telefones públicos. Desses, 824 mil são da Oi. Com o aumento do uso do celular, esses equipamentos ficaram ociosos, apesar de estarem em boas condições tecnológicas. Essa infraestrutura pode ser usada para oferecer acesso aberto à internet aos telefones celulares, laptops ou qualquer aparelho habilitado para conexão wi-fi. "A velocidade de acesso será de até 2 megabits por segundo (Mbps), o dobro do previsto no Plano Nacional de Banda Larga", afirma a Folha.

Por trás desse projeto está um contrato firmado entre a Oi e a Populus Propaganda e Marketing Ltda., comandada por Mayra Fonseca Couto Souza Carmo, filha do ex-deputado federal Paulo Heslander (PTB-MG). A Populus entraria com a publicidade nas novas cabines para pagar pelo uso da infraestrutura e remunerar a Oi. Isso viabilizaria o acesso gratuito ao serviço.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email