Jânio de Freitas vê cumplicidade de cúpula militar com Bolsonaro na armação de golpe contra processo eleitoral

Há explícita adesão dos militares à campanha golpista de desmoralização do sistema eleitoral eletrônico

www.brasil247.com - Presidente do STF, Luiz Fux, e o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Oliveira
Presidente do STF, Luiz Fux, e o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Oliveira (Foto: Divulgação)


247 - Em artigo publicado neste domingo na Folha de S.Paulo, o jornalista Jânio de Freitas destaca que o encontro entre o presidente do STF, Luiz Fux, com o ministro  da Defesa, general Paulo Sérgio Oliveira foi um "desencontro".

O jornalista assinala que esse desencontro "foi um dos mais expressivos no questionamento à lealdade das Forças Armadas à Constituição, no processo eleitoral".

"Encerrado o encontro que o general Paulo Sérgio Oliveira buscou com Luiz Fux no Supremo, ambos dispensaram-se da praxe de falar, sem dizer, aos repórteres. Mais tarde, Fux distribuiu uma nota sobre a conversa sem, no entanto, assiná-la. Emitiu-a em nome do Supremo. E noticiava: "O ministro da Defesa afirmou que as Forças Armadas estão comprometidas com a democracia brasileira". Mais, com a mesma firmeza atribuída ao general: "os militares atuarão, no âmbito de suas competências, para que o processo eleitoral transcorra normalmente".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por outro lado, o ministro da Defesa divulgou uma nota com a finalidade de derrubar a versão da conversa difundida por Fux. "A nota fardada reduziu o compromisso militar a um 'permanente estado de prontidão' para o "cumprimento das suas missões constitucionais".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na opinião de Jânio de Freitas, "o que a nota afirma, portanto, é a pretensão militar de ingerência na condução do processo eleitoral. Aliás, já em andamento, com explícita adesão à campanha golpista de desmoralização do sistema eleitoral eletrônico".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As Forças Armadas estão submetidas à orientação de Bolsonaro, inexistindo uma afirmação convincente, vinda das casernas, de compromisso com a Constituição democrática, afirma.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email