Jean Wyllys responde Globo, que pediu para Bolsonaro se comportar na ONU: "seu filho não vai se portar bem à mesa nunca"

“Imaginem a decepção de quem escreveu o editorial de O Globo sugerindo/ pedindo a Bolsonaro melhorasse a imagem do Brasil em reunião da ONU! O filho de vocês não vai se portar bem à mesa nunca”, escreveu o ex-deputado Jean Wyllys (PT) no Twitter

(Foto: Reprodução | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Após o vexame de Jair Bolsonaro em Nova York (EUA), onde o chefe do Executivo brasileiro demonstrou seus comportamentos negacionistas na cidade onde ocorre a Assembleia Geral da ONU, o ex-deputado Jean Wyllys (PT) escreveu no Twitter:

“Imaginem a decepção de quem escreveu o editorial de O Globo sugerindo/ pedindo a Bolsonaro melhorasse a imagem do Brasil em reunião da ONU (ou seja, que ele mentisse aos chefes das outras Nações Unidas sobre quem ele é de fato)! O filho de vocês não vai se portar bem à mesa nunca”.

O ex-parlamentar se referia ao editorial do jornal O Globo “Bolsonaro tem chance de reparar imagem do Brasil”.

“Faria bem Bolsonaro se decidisse, inspirado pela carta escrita com o ex-presidente Michel Temer, dar meia-volta também nos temas ligados a meio ambiente e direitos humanos. Se conseguir mostrar ao mundo seu lado ‘Jair Peace and Love’, talvez começasse a reverter os danos que seu governo causou ao país na cena internacional. É improvável que convencesse a todos, mas seria, pelo menos, um começo”, diz o editorial.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email