Jones Manoel rebate Intercept após dizer que teve direito de resposta negado

O historiador criticou a postura do veículo e disse que a publicação que o cita é um "panfleto anticomunista"; Intercept informou que ofereceu diferentes opções de resposta a Jones

Jones Manoel
Jones Manoel (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Forum - O historiador Jones Manoel escreveu uma nota pública nesta quinta-feira (24) após dizer que o The Intercept Brasil negou direito de resposta a ele. Manoel, que possui grande relevância nas redes sociais pelas suas posições à esquerda, foi citado em uma polêmica matéria publicada pelo veículo em que a esquerda brasileira é criticada por defender revoluções e referências comunistas como Vladimir Lênin.

“Bem, escrevo essa nota pública para deixar bem claro que o TIB me negou direito de resposta”, inicia o historiador. Ele narra que chegou a ser convidado para escrever uma artigo, junto de Samuel Fernandes, “no espaço para ‘tretas da esquerda’ do TIB”. Manoel aceitou escrever, mas apenas se lhe fosse concedido o direito de resposta no texto escrito por Tatiana Dias e Rafael Moro Martins. Esta opção foi negada. Manoel conta ainda que o veículo pareceu estar “adorando” a repercussão do caso e que lidou de uma forma irônica e arrogante com ele.

Veja sua participação na TV 247



O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247