Jornal Nacional ataca Igreja Universal por suposta participação em esquema de corrupção de Crivella

Segundo reportagem no Jornal Nacional, acusação do Ministério Público é de movimentações de até R$ 5,9 bilhões

(Foto: Reprodução JN)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O Jornal Nacional deste sábado (12) voltou a dar destaque às apurações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) sobre a Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura do Rio que seria comandado pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), bispo da Igreja Universal – comandada do líder evangélico Edir Macedo, dono da TV Record.

“O MP afirma que a Igreja Universal do Reino de Deus foi usada para lavar dinheiro desviado no esquema de corrupção da Prefeitura do Rio”, disse a apresentadora Renata Vasconcellos na abertura do telejornal.

Segundo o telejornal, o Subprocurador-Geral de Justiça de Assuntos Criminais e de Direitos Humanos do MPE-RJ, Ricardo Ribeiro Martins diz em documento enviado à Justiça que o MP encontrou indícios de “bilionárias movimentações atípicas” da Igreja Universal do Reino de Deus e apontou que seria “verossímil concluir que a entidade religiosa está sendo utilizada como instrumento para lavagem de dinheiro fruto da endêmica corrupção instalada na alta cúpula da administração municipal”.

Nos documentos, o MP detalha esse suposto esquema de lavagem de dinheiro, mas não detalha o esquema. O MP apenas aponta “as bilionárias movimentações atípicas” da IURD, a “notória vinculação” de Crivella com a igreja e o “envolvimento de Mauro Macedo [primo de Edir Macedo] na trama criminosa”. As movimentações seriam de até R$ 5,9 bilhões.

O telejornal ainda expôs conversas do empresário Rafael Alves que falam sobre esquemas de corrupção. Alves é apontado como figura influente na gestão de Crivella, por ser supostamente operador do “esquema de corrupção, peculato, fraude a licitação e lavagem de dinheiro instalado no município do Rio”, segundo MP.

A reportagem de Pedro Bassan ainda apontou que Crivella teria evitado a demolição de uma casa do senador Romário (Podemos-RJ) à pedido de Alves.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247