Jornal Nacional critica novo presidente da Capes, defensor do criacionismo

O Jornal Nacional, da TV Globo, reverberou nesta terça-feira (28) as críticas feitas por pesquisadores a Benedito Guimarães Aguiar Neto, o novo presidente da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Aguiar Neto defende o criacionismo

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Jornal Nacional, da TV Globo, reverberou nesta terça-feira (28) as críticas feitas por pesquisadores a Benedito Guimarães Aguiar Neto, o novo presidente da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Aguiar Neto defende o criacionismo.

A reportagem da revista Fórum destaca que "o telejornal reproduziu uma parte da nota divulgada pelo Núcleo de Apoio à Pesquisa em Educação, Divulgação e Epistemologia da Evolução Charles Darwin (NAP EDEVO-Darwin) sobre Aguirar Neto. “Não existem dúvidas plausíveis de que o processo evolutivo seja a melhor explicação para os fenômenos da vida, uma conclusão aceita há mais de um século e atualmente endossada inclusive por muitas instituições religiosas, como o Vaticano”, diz um dos trechos exibidos."

A matéria ainda acrescenta que "a pesquisadora Natalia Pasternak, do Instituto Questão de Ciência da USP, foi convidada pelo telejornal e criticou duramente a teoria defendida por Aguiar Neto. “Design inteligente não é ciência. Mas, ao se travestir de ciência ele prioriza ‘pesquisas científicas’ que ‘comprovem’ que isso é ciência. Não estão comprovando coisa nenhuma, mas se gasta dinheiro – dinheiro público e dinheiro que poderia ser gasto em ciência de verdade”, declarou."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247