Jornalista do Intercept revela ameaças: 'desejaram que eu levasse tiro'

A jornalista Amanda Audi, do site The Intercept, revelou em seu Twitter uma série de ameaças que sofreu em função do jornalismo independente que pratica; ela disse: "Hoje já: - desejaram que eu levasse tiro - me chamaram de puta, meretriz, vagabunda, feia, não me dou o respeito etc - desejaram que eu perdesse o emprego - falaram pra eu “preparar o cu” - disseram que mereço apanhar - desqualificaram meu trabalho. Mas são todos cristãos, tá?"

Jornalista do Intercept revela ameaças: 'desejaram que eu levasse tiro'
Jornalista do Intercept revela ameaças: 'desejaram que eu levasse tiro'
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Amanda Audi, do site The Intercept, revelou em seu Twitter uma série de ameaças que sofreu em função do jornalismo independente que pratica. Ela disse: "Hoje já: - desejaram que eu levasse tiro - me chamaram de puta, meretriz, vagabunda, feia, não me dou o respeito etc - desejaram que eu perdesse o emprego - falaram pra eu “preparar o cu” - disseram que mereço apanhar - desqualificaram meu trabalho. Mas são todos cristãos, tá?".

Confira o Twitter de Amanda Audi: 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247