Josias: embate entre Temer e Joesley parece briga de gambás

Jornalista diz que "o arranca-rabo" entre os dois, por meio de notas, "pode atrapalhar as votações no Congresso", mas que "não se deve raciocinar apenas em termos práticos. Está em jogo a alma da República. Ela ainda pode ser salva"; para o colunista, "nesse tipo de confusão", mesmo que ganhe, "o sujeito sai fedendo"

Jornalista diz que "o arranca-rabo" entre os dois, por meio de notas, "pode atrapalhar as votações no Congresso", mas que "não se deve raciocinar apenas em termos práticos. Está em jogo a alma da República. Ela ainda pode ser salva"; para o colunista, "nesse tipo de confusão", mesmo que ganhe, "o sujeito sai fedendo"
Jornalista diz que "o arranca-rabo" entre os dois, por meio de notas, "pode atrapalhar as votações no Congresso", mas que "não se deve raciocinar apenas em termos práticos. Está em jogo a alma da República. Ela ainda pode ser salva"; para o colunista, "nesse tipo de confusão", mesmo que ganhe, "o sujeito sai fedendo" (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em um texto sobre a briga pública protagonizada por Michel Temer e Joesley Batista, o jornalista Josias de Souza chama o peemedebista e o empresário de "gambás".

"O arranca-rabo" entre os dois, por meio de notas, "pode atrapalhar as votações no Congresso", mas "não se deve raciocinar apenas em termos práticos", diz Josias. "Está em jogo a alma da República. Ela ainda pode ser salva", ressalta.

"Em meio à atmosfera malcheirosa que infesta o país, Temer e Joesley se tratam como dois gambás. Impossível dizer, por ora, quem prevalecerá. Há apenas uma certeza: nesse tipo de confusão, mesmo ganhando, o sujeito sai fedendo", constata.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247