Juca Kfouri é alvo de fascistas após criticar golpe

Jornalista, que na semana passada se posicionou contra o impeachment da presidente Dilma, foi alvo de xingamentos e ameaças de quatro mascarados - um deles com a camisa da CBF - na porta de sua casa nesta madrugada; "Com buzinas nas mãos, xingavam: 'Juca Kfouri, maldito, fdp, petista!'", conta ele, acrescentando que "na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito"

Jornalista, que na semana passada se posicionou contra o impeachment da presidente Dilma, foi alvo de xingamentos e ameaças de quatro mascarados - um deles com a camisa da CBF - na porta de sua casa nesta madrugada; "Com buzinas nas mãos, xingavam: 'Juca Kfouri, maldito, fdp, petista!'", conta ele, acrescentando que "na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito"
Jornalista, que na semana passada se posicionou contra o impeachment da presidente Dilma, foi alvo de xingamentos e ameaças de quatro mascarados - um deles com a camisa da CBF - na porta de sua casa nesta madrugada; "Com buzinas nas mãos, xingavam: 'Juca Kfouri, maldito, fdp, petista!'", conta ele, acrescentando que "na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O jornalista esportivo Juca Kfouri foi alvo de xingamentos e ameaças de quatro mascarados - um deles com a camisa da CBF - na porta de sua casa nesta madrugada, dias depois de ter se posicionado contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

"Com buzinas nas mãos, xingavam: 'Juca Kfouri, maldito, fdp, petista!'", conta ele em seu blog, acrescentando que "na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito".

No último dia 17, Kfouri postou em seu blog ser compreensível que a maioria do país está contra o governo. "Do mesmo modo que ela e seu partido chegaram ao poder podem ser dele apeados: pelo voto. Fora disso, caso não surja nada que prove o envolvimento dela em malfeitos, é golpe", escreveu.

Leia abaixo a íntegra deu seu relato sobre o ataque dos fascistas:

Quarteto de arruaceiros

Quatro arruaceiros, num Honda Civic cinza, placas FES 5544, pararam na esquina da rua onde moro, por volta da meia-noite, um deles de máscara e camisa da CBF, e fizeram uma algazarra de acordar a vizinhança.

Com buzinas nas mãos, xingavam: "Juca Kfouri, maldito, fdp, petista!".

Na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito.

Eu não estava em casa, mas minha mulher os viu, assim como o guarda-noturno, que não anotou as placas.

Hoje, desci, anotei a placa e os abordei.

Logo fui dizendo que eles estavam enganados, que não sou e nunca fui petista e que sou contra o impeachment.

Agressivos que estavam, talvez surpresos por me verem, quiseram argumentar.

O de máscara falou: "Eu gostaria que você repetisse que não é petista, porque sou seu fã".

Repeti e voltei a dizer que era contra o impeachment, além de dizer que o que eles estavam fazendo era um absurdo e que não me intimidavam.

Ele retrucou: "Mas não entendo como você pode ser contra o impeachment e não ser petista".

"Porque você é um ignorante político", respondi.

Ao que ele reagiu: "Não sou, não, eu leio Gramsci, a "Carta Capital" e o "Vermelho".

Nesta altura, sob as vistas de meu filho e de minha mulher, e com a aproximação de dois guardas da rua, um dos que estavam atrás no carro, ponderou ao mascarado:

"Então pede desculpa e vamos embora".

E foram. Sem pedir desculpa.

Valentes, muito valentes.

ATUALIZAÇÃO ÀS 10h:

O Honda Civic , ano 2010, pertence à empresa MOAS INDUSTRIA E COMÉRCIO IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA, sediada à Rua Roberto Bosch 469, Pq. Industrial, São Paulo.
Seus proprietários são Mordekhai Moas e Alegretta Tilda Safatis Moas, residentes à rua Conselheiro Brotero.

Falei com o filho deles, Moris Moa, que prometeu entregar, até às 15h de hoje, quando voltarei a telefonar, os quatro nomes dos arruaceiros desta madrugada.

Diz ele que não era um dos quatro, embora uma foto sua seja muito semelhante ao motorista do veículo.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247