Kennedy Alencar: onda Bolsonaro derreteu na reta final

 O jornalista Kennedy Alencar afirma que o favoritismo de Jair Bolsonaro (PSL) perdeu força nesta reta final de campanha; Kennedy diz que a vantagem ainda é grande (12 pontos, segundo o Datafolha e 6 pontos, segundo o Vox Populi), mas que a virada não é impossível; segundo o jornalista, bastaria a reversão de mais 6 pontos percentuais para Haddad chegar emparelhado com Bolsonaro no domingo

Kennedy Alencar: onda Bolsonaro derreteu na reta final
Kennedy Alencar: onda Bolsonaro derreteu na reta final

247 - O jornalista Kennedy Alencar afirma que o favoritismo de Jair Bolsonaro (PSL) perdeu força nesta reta final de campanha. Kennedy diz que a vantagem ainda é grande (12 pontos, segundo o Datafolha e 6 pontos, segundo o Vox Populi), mas que a virada não é impossível. Segundo o jornalista, bastaria a reversão de mais 6 pontos percentuais para Haddad chegar emparelhado com Bolsonaro no domingo. 

A reportagem do blog de Kennedy Alencar destaca que "a fuga do candidato do PSL de debates foi um fator que pesou no segundo turno. Essa ausência é um desrespeito ao eleitor e à democracia. Bolsonaro evitou o confronto com medo de perder votos".

E acrescenta: "a intensificação da propaganda do PT na TV e no rádio com falas do próprio Bolsonaro contra direitos de empregados domésticas, comentários depreciativos sobre nordestinos, o caso WhatsApp (empresários que previam contratar disparos em massa) e discursos autoritários do candidato do PSL e de seu filho Eduardo beneficiaram a campanha petista".

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247