Kennedy: Dilma repete com Temer estratégia contra Aécio

Segundo o colunista Kennedy Alencar, ao dizer em cerimônia no Palácio do Planalto que um futuro governo Temer adotaria medidas econômicas para prejudicar os mais pobres, contra os direitos dos trabalhadores, presidente Dilma Rousseff usou estratégia que deu certo contra o tucano Aécio Neves na campanha de 2014; segundo ele, a presidente apostará nas manifestações de hoje para tentar mostrar aos deputados que o governo ainda possui base social capaz de resistir ao impeachment e que um governo Temer não traria estabilidade política ao país

Segundo o colunista Kennedy Alencar, ao dizer em cerimônia no Palácio do Planalto que um futuro governo Temer adotaria medidas econômicas para prejudicar os mais pobres, contra os direitos dos trabalhadores, presidente Dilma Rousseff usou estratégia que deu certo contra o tucano Aécio Neves na campanha de 2014; segundo ele, a presidente apostará nas manifestações de hoje para tentar mostrar aos deputados que o governo ainda possui base social capaz de resistir ao impeachment e que um governo Temer não traria estabilidade política ao país
Segundo o colunista Kennedy Alencar, ao dizer em cerimônia no Palácio do Planalto que um futuro governo Temer adotaria medidas econômicas para prejudicar os mais pobres, contra os direitos dos trabalhadores, presidente Dilma Rousseff usou estratégia que deu certo contra o tucano Aécio Neves na campanha de 2014; segundo ele, a presidente apostará nas manifestações de hoje para tentar mostrar aos deputados que o governo ainda possui base social capaz de resistir ao impeachment e que um governo Temer não traria estabilidade política ao país (Foto: Roberta Namour)

247 - Ao dizer em cerimônia no Palácio do Planalto que um futuro governo Temer adotaria medidas econômicas para prejudicar os mais pobres, contra os direitos dos trabalhadores, presidente Dilma Rousseff usou estratégia que deu certo contra o tucano Aécio Neves na campanha de 2014. É o que afirma o colunista Kennedy Alencar.

Segundo ele, a presidente apostará nas manifestações de hoje para tentar mostrar aos deputados que o governo ainda possui base social capaz de resistir ao impeachment e que um governo Temer não traria estabilidade política ao país.

Afirma ainda que o Palácio do Planalto espera que os próximos passos da Lava Jato atinjam mais fortemente figuras importantes do PMDB (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247